Video For Modern Warfare III: Diretor Criativo da Campanha fala sobre a sequência e mais

Modern Warfare III: Diretor Criativo da Campanha fala sobre a sequência e mais

Resumo

  • Conversamos com David Swenson, diretor criativo da campanha de Modern Warfare III, sobre os lançamentos consecutivos de Modern Warfare, novas características inovadoras de campanha e muito mais
  • Complementando as missões cinematográficas tradicionais, as Open Combat Missions permitem que você aborde um objetivo de missão da maneira que escolher, de acordo com seu estilo de jogo
  • A revelação mundial de Modern Warfare III aconteceu nesta quinta-feira (17) e delineou planos emocionantes para mecânicas inovadoras de jogabilidade e recursos multiplayer

O primeiro jogo da série Call of Duty foi lançado a quase 20 anos, em 29 de outubro de 2003, e pela primeira vez na história da franquia, estamos recebendo uma sequência direta do game lançado no ano anterior quando Modern Warfare III for lançado em 10 de novembro de 2023.

Essa mudança de paradigma vai animar os fãs ansiosos para continuar a narrativa de Modern Warfare, e hoje vamos saber mais sobre a Modern Warfare III do Evento de Revelação dentro do jogo ocorrido mundialmente no Warzone mais cedo hoje.

Na sequência direta do recordista Modern Warfare II, o Capitão Price e a Força-Tarefa 141 enfrentam a ameaça definitiva. O ultranacionalista Vladimir Makarov está ampliando seu domínio pelo mundo, fazendo com que a Força-Tarefa 141 lute como nunca antes.

Em preparação para esse dia especial, tive a oportunidade de conversar com David Swenson, diretor criativo da campanha para Modern Warfare III. Swenson e o estúdio Sledgehammer Games estão comemorando o aniversário de 14 anos de existência, e esse tem sido um dos estúdios principais para desenvolver vários jogos Call of Duty anteriores, e é a desenvolvedora a frente de Call of Duty: Modern Warfare III.


Uma sequência direta para o recordista Modern Warfare II


Nossa conversa começou discutindo sobre essa ser uma sequência direta do jogo lançado no ano anterior pela primeira vez na história da franquia, e Swenson fala que, como um contador de histórias, ele vê isso como uma ótima oportunidade, uma que ele está animado por poder fazer de uma forma que não foi feita antes.

“Imagina se tivéssemos deixado de lado a cena pós-créditos ‘No Russian’ (de Modern Warfare II) e depois tivéssemos que esperar três anos para descobrir mais detalhes”, diz Swenson. “Esta é uma oportunidade enorme. Eu não preciso gastar muito tempo lembrando a audiência do que eles jogaram e fazendo-os se importar com esses personagens novamente, porque eles têm se importado com esses personagens ao longo do último jogo, e as temporadas após o lançamento continuaram a história. Agora podemos entrar direto nisso e retomar exatamente de onde paramos.”

“Imagina se tivéssemos deixado de lado a cena pós-créditos ‘No Russian’ (de Modern Warfare II) e depois tivéssemos que esperar três anos para descobrir mais detalhes… Agora podemos entrar direto nisso e retomar exatamente de onde paramos.”

Para aqueles novos ou não familiarizados com as campanhas originais e/ou reimaginadas de Modern Warfare, bem como com a narrativa adicional que continuou ao longo da série Modern Warfare e das temporadas, Swenson afirma: “A maneira como abordamos as narrativas das campanhas é que as temporadas proporcionam mais profundidade à história e aos personagens para nossos fãs dedicados, mas ao mesmo tempo construímos as campanhas de forma que a história faça sentido também para os jogadores de primeira viagem. Será uma emocionante jornada seja você é um fã que está retornando ou se é a primeira vez que está jogando Modern Warfare.”

Para uma franquia que abrange vinte anos e mais de vinte lançamentos, perguntei a Swenson sobre a colaboração com os diferentes estúdios, como a Infinity Ward em Modern Warfare III, e como as equipes conseguem lançar esses sucessos de vendas anuais ano após ano.

“Somos desenvolvedores, mas também somos fãs de Call of Duty, e nos importamos muito com esses personagens. Estudamos tudo sobre o jogo. Há tantos personagens, relacionamentos, facções e locais na mitologia de Modern Warfare, e eles são importantes para a história”, diz Swenson.

“Cada estúdio tem um time de narrativa incrível e para Modern Warfare III, em parceria com a Infinity Ward, estamos trabalhando para fazer a campanha que esperamos que todos vão amar”, Swenson continua ao falar sobre que, a cada novo título, todos os desenvolvedores estão sempre olhando para o futuro e pensando no que podem oferecer aos fãs em seguida, e qual elemento novo e interessante podem adicionar ao jogo.

Parecia que Swenson estava se preparando para uma grande revelação, então continuei pressionando. E ele não decepcionou.

“Este ano temos, diria eu, uma grande inovação para a campanha em Call of Duty“, afirma Swenson. “Nós a chamamos de Open Combat Missions, e são missões onde adicionamos um incrível nível de escolha e oportunidade ao jogador.”


Open Combat Missions


Direto do blog oficial de Call of Duty: As Open Combat Missions (OCMs) são uma inovação animadora para a Campanha de Call of Duty. Não só complementam as missões cinematográficas que você espera, mas também oferecem numerosas escolhas adicionais em relação aos seus métodos de conclusão das missões. Por exemplo, se você preferir técnicas de furtividade, talvez queira abordar uma OCM com uma abordagem de sigilo, usando óculos de visão noturna e armas suprimidas para completar seus objetivos sem que seus adversários saibam que você esteve lá. No entanto, se explosões barulhentas e abordagens imprudentes fazem parte do seu repertório, equipe-se com placas de armadura extras e vá direto aos alvos!

“As campanhas de Call of Duty são conhecidas por essas missões épicas, cinematográficas e com foco na narrativa que levam os jogadores nessa viagem emocionante e Modern Warfare III tem tudo isso”, diz Swenson, “Mas também adicionamos as Open Combat Missions para oferecer oportunidades para você completar uma missão do que jeito que quiser, seguindo seu estilo de jogo”.

Apenas para deixar claro: não estamos falando de uma missão furtiva onde você pode escolher entre um arsenal de armas silenciadas, em vez disso, você receberá uma missão e poderá se armar apenas com uma faca e jogá-la como uma missão furtiva; ou você pode entrar em um veículo, lançar um ataque total e ir de armas em mãos.

Swenson menciona que essas missões podem ser desafiadoras e frequentemente levam a várias tentativas para descobrir uma tática com a qual você esteja satisfeito com os resultados.

Swenson percebe minha empolgação com esse recurso e oferece ainda mais detalhes, muito para meu deleite. “É uma evolução nas campanhas de Call of Duty e uma evolução na forma como os jogadores a experimentam. Estas não são missões secundárias, são missões da campanha entrelaçadas de forma perfeita na história, e elas oferecem mais escolhas do que você já teve antes”, declara Swenson.

“Se você quer passar furtivamente por todo o nível, pode fazer. Também há veículos, loot boxes inteligentemente escondidas e caixas de armas nestas Open Combat Missions, algumas das quais contêm séries de eliminações que estamos chamando de Armamentos, já que você não precisa fazer uma sequência de eliminações para ganhá-las.”

Como você provavelmente sabe, as séries de eliminações geralmente estão associadas ao componente multiplayer de Call of Duty, mas Swenson me assegura que, se você procurar cuidadosamente ao seu redor e descobrir um dos vários Armamentos em uma Open Combat Missions, será recompensado com um item tático para fazer coisas como chamar apoio aéreo. Não posso confirmar se o apoio aéreo significa um UAV ou um AC-130 Gunship, mas a adição de Armamentos à campanha single-player me parece empolgante!

Antes de encerrar minha conversa com Swenson, perguntei se ele tinha alguma palavra final sobre como ele está se sentindo agora que muitos dos detalhes foram revelados, e se ele joga os jogos que desenvolveu. “Eu amo jogos, e amo Call of Duty. Joguei a campanha centenas de vezes (testando-a), e já sei como termina”, diz Swenson. “Mas minha coisa favorita absoluta é sentar e assistir outras pessoas jogando as campanhas que construímos. Estou pronto para colocá-la nas mãos de todo mundo para que possam aproveitar e experimentar a história que criamos.”

Já que estava falando com o diretor criativo da campanha, a maioria das minhas perguntas era obviamente focadas no conteúdo single-player de Call of Duty: Modern Warfare III, mas posso garantir que existem planos igualmente empolgantes para mecânicas inovadoras de jogabilidade e recursos multiplayer, muitos dos quais foram anunciados mais cedo nesta quinta-feira.

Call of Duty: Modern Warfare III será lançado em 10 de novembro e já pode ser adquirido na pré-venda no Xbox Series X|S e Xbox One. Para saber mais do jogo, visite o site oficial.