Perfect Dark: respondendo às principais dúvidas do incrível trailer de gameplay 

Neste domingo (09), durante a Xbox Games Showcase, vimos os primeiros detalhes no gameplay de Perfect Dark, um reboot da série clássica de agentes secretos. O novo trailer fascinante nos deu uma ideia sobre a missão da agente secreta Joanna Dark, nos mostrou sua descida ao cenário do jogo, Cairo em um futuro próximo, em seguida, nos deu um vislumbre tentador do novíssimo gameplay inspirado em agentes secretos. 

Claro, quando você dá uma olhada em um jogo tão aguardado, sempre vai querer fazer mais perguntas – e felizmente eu pude ir direto à fonte para obter mais detalhes dos membros da equipe de desenvolvimento. The Initiative está co-desenvolvendo Perfect Dark com a Crystal Dynamics e outros parceiros que compõem a Team Perfect Dark. Vamos dar uma olhada mais profunda e responder a algumas dessas perguntas que não querem calar. 

Que tipo de jogo é esse? 

Perfect Dark é um thriller de agentes secretos em primeira pessoa em um mundo de futuro próximo. Com a bênção do estúdio original de Perfect Dark, Rare (para não mencionar alguns dos principais títulos originais), Team Perfect Dark se inspirou em elementos dos dois primeiros jogos, mas criou uma história e um universo totalmente novos em torno deles para este reboot. 

Para os fãs anteriores e novos jogadores, o novo jogo oferece uma nova visão sobre a experiência do agente secreto, e é uma ótima oportunidade para entrar no mundo e no personagem. Embora os fãs tenham momentos relacionados com a história e as memórias dos jogos originais, nenhum conhecimento prévio é necessário nesta nova experiência. 

No nível mais amplo, Perfect Dark será uma experiência single-player, com um conjunto de missões – mas com opções oferecidas para maneiras de completar essas missões. Olhando para o trailer, fica claro que a travessia e os gadgets são uma grande parte disso – vemos novas habilidades de parkour usadas por toda parte, tanto para movimento quanto para combate. Os desenvolvedores disseram que o foco foi criar um sistema de movimento intuitivo, que permitirá que os jogadores encontrem maneiras interessantes de atingir seus objetivos. Adicione a isso um sistema de combate que permite tanto corpo a corpo quanto armas, mecânicas de furtividade e uso livre de gadgets, e Perfect Dark é um jogo que apresentará aos jogadores um objetivo, mas permitirá que eles descubram como querem alcançá-lo. 

O Team Perfect Dark não quer que se pareça com qualquer outro gênero – ele leva elementos de jogos de tiro em primeira pessoa, sims imersivos e ação furtiva, mas os mistura em um todo perfeito. O objetivo é oferecer uma verdadeira fantasia de agente secreto – e permitir que os jogadores usem suas várias ferramentas e habilidades da maneira que quiserem, é fundamental para isso. 

Quem é Joanna Dark? 

Neste reboot, Joanna (dublada por Alix Regan, com Elissa Bibaud emprestando semelhança visual) é uma agente do dataDyne, com uma profunda conexão pessoal com o que está acontecendo com seu mundo. Neste caso, o título Perfect Dark é mais aspiracional – essa Joanna não será perfeita, mas ela está se esforçando para ser. Ela cometerá erros nessa jornada e aprenderá com essas experiências. Conhecer Joanna se mostra tão envolvente quanto a própria história. 

Onde se passa o jogo? 

O mundo de futuro próximo de Perfect Dark foi impactado pelo que é conhecido como “A Cadeia”, em que o planeta sofreu com uma série de desastres ambientais, tornando regiões inteiras inóspitas para a vida humana. Após o desastre, uma hiper corporação conhecida como Core Mantis entra em cena para criar uma solução conhecida como The GEN Network e a implanta no Cairo – restaurando o equilíbrio ecológico e criando uma cidade recém-murada, isolada do ambiente hostil do lado de fora para se tornar um centro de inovação tecnológica. 

No mesmo caminho, outras hiper corporações intervêm para continuar essa regeneração – mas, como era de se esperar, nem tudo é o que parece, e seus motivos podem ser menos altruístas do que parecem. O cenário comunica um futuro esperançoso, vendo um mundo com destruição e restauração, a desolação do passado contrariada com um senso de promessa. 

É no Cairo que Joana entra. O cenário foi escolhido para oferecer um contraponto a outras histórias de agentes secretos e à mídia em geral – o Egito antigo e o Egito moderno foram vistos por muitos, mas uma visão de futuro próximo do país é realmente algo novo. O próprio Cairo permite um equilíbrio entre profundamente antigo e surpreendentemente novo que se adequa à ficção especulativa no coração de Perfect Dark

Qual é a missão de Joanna no trailer? 

Joanna está sendo enviada ao Cairo para encontrar e prender Daniel Carrington, e a vemos entrar em um distrito chamado Garden City (e uma área do Cairo na vida real também). Em Perfect Dark, esta é uma área rica e cosmopolita da cidade, e a Core Mantis selecionou-a para ser revitalizada por seus novos processos eco-tecnológicos. 

Vemos Joanna encontrar um esconderijo usado por Carrington, que se infiltra no sistema de realidade aumentada de Joanna e começa a expor mais informações, e ainda mais perguntas em torno dos grandes mistérios no Cairo. Joanna precisará aprender quem pode ser confiável e quem pode estar trabalhando contra seus próprios objetivos, e o papel de Carrington terá uma parte importante disso. 

Para que podemos usar gadgets? 

Os gadgets são um pilar do gênero de agentes secretos. No trailer, temos um exemplo de Joanna usando um gadget para analisar vozes de NPCs e criar “deepfakes” vocais para enganar sistemas de segurança ou se passar por outros personagens, além de criar distrações. 

Os gadgets podem ser usados para desorientação e manipulação, mas também vemos que Joanna pode usar uma ferramenta para escanear um NPC e aprender detalhes sobre eles – não seria uma história de agente secreto sem algum trabalho de campo, e os desenvolvedores me disseram que analisar o mundo ao seu redor será uma parte fundamental para entender como alcançar seus objetivos. 

Como funciona o combate? 

Com esta primeira olhada no combate, fica claro que este é outro aspecto da escolha do jogador. No trailer, vemos armamentos letais e não letais, combate corpo a corpo, habilidades que permitem derrubar vários inimigos ao mesmo tempo e muito mais.  

Também podemos falar alto ou ficar quietos, oferecendo um risco-recompensa para ambos os métodos. O Team Perfect Dark quer criar uma “sinfonia” de mecânicas, mesclando travessia, combate corpo a corpo, armas, habilidades desbloqueáveis, elementos de cenário e gadgets em uma experiência unificada para os jogadores. 

Saiba mais sobre Perfect Dark aqui.